Depressão está entre os principais motivos do afastamento de milhares de pessoas do trabalho

Depressão está entre os principais motivos do afastamento de milhares de pessoas do trabalho

Considerada como o mal do século, em 2016 a depressão afastou mais de 75 mil pessoas do trabalho.

Isso representou cerca de 37,8% de todas as licenças em 2016, motivadas por transtornos mentais e comportamentais.

Além da depressão, também estão inclusos o estresse, ansiedade, transtornos por bipolaridade, esquizofrenia e transtornos mentais relacionados ao consumo de drogas.

De acordo com Organização Mundial de Saúde, até 2020, a depressão será a doença mais incapacitante do mundo.

O profissional em Previdência, Leonardo Rolim, afirma que as políticas públicas falham, por não se preocupar em reintegrar os profissionais no ambiente de trabalho.

Segundo Leonardo, apenas 5% dos trabalhadores afastados são reabilitados no emprego.

“Os números são muito grandes e há uma falha na reabilitação. Mesmo quando volta, o trabalhador demora muito. O Estado gastaria menos reintegrando esse trabalhador do que pagando benefícios por muitos anos”.

Para os especialistas, é necessário colocar esse tipo de transtorno no topo da lista de preocupações para políticas públicas e de empresas.

Fonte:
SaudeOcupacional.org